terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Meus trechos de "DE VOLTA AO MOSTEIRO"





·   Os conceitos que discutimos em nosso retiro anterior são muito poderosos, mas uma coisa é conversar sobre eles, outra é colocá-los em prática.

·        Liderança = Habilidade de influenciar pessoas para que trabalhem com entusiasmo por objetivos identificados como voltados para o bem comum.

·        Nossa liderança é a marca que deixamos nas organizações e nas outras pessoas. Todos deixamos marcas, sejam elas boas ou más. Por isso, a pergunta não é se o sujeito é um líder. A pergunta certa é: “Você é eficaz? As pessoas ficarão felizes por terem convivido com você?”

·        Quem não sabe lidar com relacionamentos não é capaz de exercer a liderança. Porque liderança tem tudo a ver com gente e relacionamentos.


·        A liderança é um conjunto de habilidades completamente diferente. 
    O fato de você saber executar tarefas não significa que saiba inspirar e influenciar outras pessoas na conquista da excelência.

·        A verdade é que se pode saber tudo sobre a liderança sem nunca saber liderar.

·        O conhecimento tem que passar da cabeça para o coração, e do coração para a vida cotidiana.

·        Estou convencido de que, se não compreendermos plenamente a distinção entre ter poder sobre as pessoas e ter autoridade junto às pessoas, nunca compreenderemos plenamente o que Jesus quis dizer ao afirmar que líder é aquele que serve – respondeu Simeão.

·        Liderar é servir. Parece uma contradição, mas é uma das verdades mais importantes da vida.

·        Quando Jesus fala de amor, ele usa a palavra agápe, um amor que se expressa pelo comportamento e pela escolha, não o sentimento do amor.

·        As pessoas têm profunda necessidade de serem ouvidas. Ter empatia não significa simpatizar com as pessoas, concordar com elas, nem consertar as coisas para elas. Mas escutar procurando compreender é uma imensa ajuda para o relacionamento.

·        É preciso escolher, porque nenhum ser vivo permanece o mesmo. Ainda que você pense que é igual ao que era há um ano, a vida passa numa velocidade tão grande que, se não crescermos, andamos para trás.

·        A maioria das pessoas cresce ou se acomoda conforme as expectativas do líder. Quando as expectativas são baixas, as pessoas reagem de acordo com isso. Quando a maré sobe no porto, os barcos sobem com ela.

·        Caráter é o que você é no escuro, quando não há ninguém olhando.  (DWIGHT MOODY)

·        Falhar não é fatal, mas falhar e não mudar pode ser. (JOHN WOODEN)

·        Como criaturas que criam hábitos, podemos ser facilmente apanhados na dinâmica do meio em que vivemos, e por isso temos de escolher com cuidado onde passamos o tempo.

·        Se cada um varrer a calçada de casa, logo teremos uma rua limpa. (PROVÉRBIO JUDAICO)

·        Quando alguém fala, os demais param para refletir de verdade sobre o que foi dito e trabalham para construir algo a partir daí.

·        Nunca se esqueçam disso, a vida é feita essencialmente de relações, e a confiança é a cola que as une.

·        Não se desenvolve a humildade nem qualquer outra habilidade de liderança apenas lendo livros ou vendo slides do PowerPoint. As habilidades da liderança se desenvolvem, de fato, na prática.
         Não existem atalhos.
          Não existe mágica.

·        Talvez algum de vocês se pergunte como tenho estado, ultimamente.
         Em síntese, ainda não estou onde precisaria estar.
         Mas estou melhor do que antes.
         Muito melhor.
         Ainda verde, mas amadurecendo.
        E mais feliz e em paz.
        E você?


Barreiras à construção de relacionamentos-comunidade


1. Dificuldade de ser autêntico com os outros.
2. Uso de “máscaras”– convicção de que “está tudo bem”.
3. Necessidade de ter todas as respostas.
4. Postura dominadora nas discussões.
5. Excesso de controle/microgerenciamento.
6. Interrupção da fala alheia.
7. Baixa capacidade de ouvir.
8. Adoção de ideias e expectativas preconcebidas.
9. Preconceitos – visão estereotipada das outras pessoas.
10. Inacessibilidade.
11. Incapacidade de lidar com críticas.
12. Descontrole emocional, oscilações de humor.
13. Imprevisibilidade, inconsistência.
14. Falta de paciência e autocontrole.
15. Constrangimento de outras pessoas em público.
16. Maledicência (falar mal de terceiros pelas costas).
17. “Formação de panelinhas” (alianças destrutivas).
18. Desonestidade, falsidade, não ser confiável.
19. Falta de abertura e franqueza com os outros – segundas intenções, meias verdades, etc.
20. Descompromisso – não assumir responsabilidades.
21. Falta de respeito com os outros – não reconhecer os direitos alheios.
22. Falta de valorização dos outros – não dar às pessoas a devida importância.
23. Falta de incentivo aos outros.
24. Não reconhecimento do mérito alheio.
25. Não verbalização de opiniões contrárias.
26. Necessidade de ser querido por todos – busca contínua da aprovação alheia.
27. Evitação de conflitos/confrontos.
28. Autoexclusão (emocional/física) do grupo.
29. Desrespeito à confidencialidade do grupo/dos outros.
30. Incapacidade de perdoar – postura ressentida/rancorosa.

Trecho do Livro: O Monge e o Executivo - De volta ao Mosteiro

14 Pontos para a Liderança


1) Liderança = Enorme Responsabilidade
2) Liderança = Influência
3) Liderança = Habilidade
4) Liderança ≠ Gerenciamento
5) Liderança ≠ Poder
6) Liderança = Autoridade
7) Liderança = Serviço
8) Liderança = Amor (em ação)
9) Liderança = Afagos
10) Liderança = Palmadas
11) Liderança = Treinamento
12) Liderança = Compromisso
13) Liderança = Humildade
14) Liderança = Caráter

Trecho do livro: O Monge e o Executivo - De volta ao Mosteiro

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Meus 39 Anos


É NAS MUDANÇAS DE DÉCADA QUE SE TOMAM GRANDES DECISÕES
Segundo um estudo publicado na “Proceedings of the National Academy of Sciences”, os 29, 39 e 49 anos são as idades mais propensas para fazer alterações profundas no rumo que a vida está a levar. Especialmente aquelas relacionadas com a parte sentimental, hábitos e emoções. 

Hoje é meu dia...Meu último ano na casa dos 30.
Mudar de idade nos leva a reflexões, especialmente quando é uma idade ‘pontuda’, como 39. Vivi muitas coisas boa...ruins também...assim é a vida. Conheci pessoas maravilhosas, algumas estão perto outras estão longe, mas fazem parte da minha vida. Nesses 39 anos, sim cometi erros....Isso faz parte, é para aprendizado.  Teve arrependimentos, sim,  mas não tem problema, os arrependimentos me deixaram lições valiosas, todas as minhas escolhas me trouxeram para onde estou hoje e estou e sou feliz com isso. Meus 39 anos me ensinaram que minha felicidade e minha tristeza não dependem de pessoas, coisas, circunstâncias ou de preocupações. Isso também é  em resumo do livro que estou acabando lendo. Ah, falando em livros, retomei meu gosto e prazer pela leitura. Meus 39 anos também me levam a refletir o que vale sempre é uma boa convivência, a harmonia com família e amigos; e principal estar bem com Deus...ah isso não tem preço. Meus 39 anos me ensinaram que é possível você ter aquela amigas de infância, por perto, e que é possível manter a essa amizade por toda vida. Meus 39 anos me ensinaram que a gratidão é um sentimento importante; devemos agradecer sempre. Aniversário é mais um ano novo e com ele vem a oportunidade de mais 365 dias para fazer diferente, para melhorar o que está bom, corrigir o que precisa ser corrigido e fazer a vida acontecer. Outro ensinamento:  como é importante a presença das pessoas e estar presente na vida delas....é valiosíssimo.  Meus 39 anos me mostraram que a vida é feita para celebrar e estar do lado das pessoas que amamos. Porque no final o que importa é somente isso: amor e pessoas. Hoje é dia de ficar com os olhos cheios de lágrimas o dia todo! E já agradeço "OBRIGADA" a todos vocês que pensaram em mim hoje. Mas um 'OBRIGADA" ainda maior a vocês que se lembram de mim sempre.

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Os Ladrões que nos Roubam a Alegria _ 1

INTRODUÇÃO
Muitos de nós teremos de confessar que quando as coisas nos correm «a jeito» sentimo-nos muito mais felizes e somos mais tratáveis. «O meu pai deve ter tido hoje um dia bom no emprego » — disse a pequena Peggy à amiga que a viera visitar — «hoje não fez barulho com os pneus ao entrar aqui no parque, não bateu com a porta ao entrar em casa e deu mesmo um beijo à minha mãe!» Já alguma vez nos detivemos a considerar quão poucas são as circunstâncias que estão realmente sob o "nosso controle? Não temos qualquer poder sobre as condições atmosféricas ou sobre o trânsito numa estrada, ou mesmo sobre o que outras pessoas dizem e fazem. A pessoa que faz depender a sua felicidade de circunstâncias ideais acaba por passar a maior parte do tempo num estado miserável. O poeta Byron escreveu: «Os homens são o passatempo das circunstâncias». No entanto, aqui vemos o apóstolo Paulo na pior das circunstâncias a escrever uma carta repleta de alegria! . 
Certo dia, a minha filha saltou do ônibus da escola que havia parado em frente da nossa casa e precipitou-se pela porta da frente. Galgou com ar desafiador as escadas que conduziam ao quarto e bateu com a porta. Estava constantemente a resmungar em voz baixa: «Pessoas — pessoas —pessoas»

PESSOAS

 Fui até à porta do quarto e bati de mansinho. 
 «Posso entrar?» 
 Ela respondeu: «Não!»
Tentei de novo, mas repetiu num tom ainda mais aborrecido: «NÃO!» 
Perguntei-lhe: «Por que não posso entrar?» 
 A sua resposta foi: «Porque és uma pessoa!» 

Todos nós temos perdido a nossa alegria por causa de pessoas: pelo que são, pelo que dizem e pelo que fazem. (Sem dúvida que também nós próprios temos contribuído para tornar qualquer outra pessoa infeliz. A coisa funciona nos dois sentidos)
A verdade é que nós temos de viver e trabalhar com pessoas; mas não nos podemos isolar e continuar a viver para glorificar a Cristo. Somos a luz do mundo e o sal da terra. Contudo, há ocasiões em que a luz se ofusca e o sal se torna mais amargo por causa doutras pessoas. Haverá alguma maneira de ter alegria a despeito das pessoas?


Trecho de: SEJA ALEGRE Warren W. Wiersbe

sábado, 6 de janeiro de 2018

Equilíbrio, Ordem, Ritmo e Harmonia


“Não podemos ser felizes se pretendemos viver sempre no mais alto grau de intensidade. A felicidade não é questão de intensidade, mas de equilíbrio, de ordem, de ritmo e harmonia.
 
A música é boa não só pelos sons, mas também pelo silêncio que contém: sem a alternância de som e silêncio, não haveria ritmo. Se queremos ser felizes enchendo de ruído todos os silêncios da vida, ser produtivos convertendo todos os lazeres em trabalho e ser reais reduzindo todo nosso ser ao agir, não conseguiremos senão produzir um inferno na terra.”

Homem Algum é uma Ilha, Thomas Merton (Verus Editora, Campinas), 2003. p. 117

sábado, 30 de dezembro de 2017

PRA COMEÇAR BEM O ANO

Por: Ed René Kivitz
#1  Não assuma compromissos do tipo “vou iniciar uma dieta”, “vou começar alguma atividade física”, “vou terminar o curso de inglês”. Esse tipo de coisa serve apenas para acumular culpa e frustração sobre os seus ombros.
#2  Trate  “lugares futuros imaginários” apenas como referência para a maneira como você vive hoje – faça valer a caminhada: se você chegar lá, chegou, se não chegar, não terá do que se arrepender. A felicidade não é um lugar aonde se chega, mas um jeito como se vai.
#3 Não pense que você vai conseguir dar uma guinada na vida apenas mudando o seu visual. É a alegria do coração que dá beleza ao rosto, e não a beleza do rosto que dá alegria ao coração.
#4  Não faça nada que vá levar você para longe das suas amizades verdadeiras. Amizades levam um tempão para se consolidar e um tempinho para esfriar, pois assim como a proximidade gera intimidade, a distância fragiliza os vínculos.
#5 Não fique arrumando desculpas nem explicações para as suas transgressões. Quando cometer um pecado, assuma, e simplesmente diga “fiz sim, me perdoe”. Comece falando com Deus e não pare de falar até que tenha encontrado a última pessoa afetada pelo que você fez.
#6 Não faça nada que cause danos à sua consciência. Ouça todo mundo que você confia, tome as suas decisões, e assuma as responsabilidades. Não se importe em contrariar pessoas que você ama, pois as que também amam você detestariam que você fosse falso com elas ou se anulasse por causa delas.
#7 Não guarde dinheiro sem saber exatamente para que o está guardando. Dinheiro parado apodrece e faz a gente dormir mal. Transforme suas riquezas em benefícios para o maior número de pessoas. É melhor perder o dinheiro que ocupa seu coração, do que o coração que se ocupa do dinheiro.
#8  Ao se olhar no espelho ao amanhecer, lembre que com o sol chega também a misericórdia de Deus: a oportunidade de começar tudo de novo.
#9 Não leve mágoas, ressentimentos e amarguras para o ano novo. Leve pessoas. Sendo necessário, perdoe ou peça perdão. Geralmente as duas coisas serão necessárias, pois ninguém está sempre e totalmente certo. Respeite as pessoas que não quiserem fazer a mesma viagem com você.
#10 Não deixe de se perguntar se existe um jeito diferente de viver. Não acredite facilmente que o jeito diferente de viver é necessariamente melhor do que o jeito como você está vivendo. Concentre mais energia em aprender a desfrutar o que tem do que em desejar o que não tem.
#11 Não deixe o trabalho e a religião atrapalharem sua vida. Cante sozinho. Leia poesias em voz alta. Participe de rodas de amizade. Não tenha pressa de deixar a mesa após as refeições. Pegue crianças no colo. Ande sem relógio. Fuja dos beatos.
#12 Não enterre seus talentos. Nem que seu único tempo para usá-los seja da meia noite às seis. Ninguém deve passar a vida fazendo o que não gosta, se o preço é deixar de fazer o que sabe. Útil não é quem faz o que os outros acham importante que seja feito, mas quem cumpre sua vocação.
#13 Não crie caso com a mulher ou com o marido. Nem com o pai nem com a mãe. Nem com o irmão nem com a irmã. Caso eles criem com você, aja com  amor, não faça  guerra. O resto se resolve.
#14 Não jogue fora a utopia. Ninguém consegue viver sem acreditar que outro mundo é possível. Faça o possível e o impossível para que esse outro mundo possível se torne realidade.
#15 Não deixe a monotonia tomar conta do seu pedaço. Ninguém consegue viver sem adrenalina. Preste bastante atenção naquilo que faz você levantar da cama na segunda-feira: se for bom apenas para você, jogue fora ou livre-se disso agora mesmo. Caso não queira levantar da cama na segunda-feira, grite por socorro.
#16 Não deixe de dar bom dia para Deus. Nem boa noite. Mesmo quando o dia não tiver sido bom. Com o tempo você vai descobrir que quem anda com Deus não tem dias ruins, apenas dias difíceis.
#17 Não negligencie o quarto secreto onde você se encontra com seu eu verdadeiro e com Deus – ou vice-versa. Aquele quarto é o centro do mundo – o mundo todo cabe lá dentro, pois na presença de Deus tudo está e tudo é.
#18 Não perca Jesus de vista. Não tente fazer trilhas novas, siga nos passos dEle. O caminho nem sempre será tão confortável e a vista tão agradável, mas os companheiros de viagem são inigualáveis.
#19 Faça sua própria lista. Escolha bem seus mestres e suas referências. Examine tudo. Ouça seu coração – geralmente é ali que Deus fala. Misture tudo e leve ao forno.
#20 Não fique esperando que sua lista saia do papel. Coloque o pé na estrada. Caso não saiba por onde começar, não tem problema. O sábio disse ao caminhante que “não há caminho, faz-se caminho ao andar”.

"Ensina-nos a contar os nossos dias para que o nosso 
coração alcance sabedoria". Salmos 90.12